jun 27 2016

Cadastro Único para Programas Sociais

  • Autor: admin em Dicas
  • Sem Comentários. Seja o primeiro a comentar.
O Cadastro Único é uma base de dados para programas sociais do Governo Federal, existente desde 2003, para saber melhor quem são e como vivem as famílias brasileiras mais pobres. É por meio dessa base que o Governo consegue entender as principais dificuldades das famílias e como pode ajudar a melhorar as suas condições de vida.

Por isso, ele é funciona como uma porta de entrada para as famílias acessarem diversas políticas públicas federais, estaduais e até municipais. O cadastro deve ser atualizado a cada dois anos ou sempre que houver uma mudança na situação da sua família. Podem ser cadastradas as famílias de baixa renda que ganham até meio salário mínimo mensal por pessoa; ou que ganham até 3 salários mínimos de renda total por mês.


A inscrição no Cadastro Único é presencial, para se inscrever é necessário procurar o Centro de Referência da Assistência Social – CRAS ou a Prefeitura do seu município.

Cadastro Único

Vantagens do Cadastro Único

Lembrando que o cadastro é gratuito e a família cadastrada no Cadastro Único pode ser beneficiada pelos programas sociais como o Bolsa Família, a Tarifa Social de Energia Elétrica, o Telefone Popular, Minha Casa Minha Vida, Bolsa Verde, entre outros programas.

Mas é importante saber que estar no Cadastro Único não significa a entrada automática nestes programas, pois cada um deles tem suas regras.

Como se Cadastrar

Para se inscrever no Cadastro Único, é preciso que uma pessoa da família se responsabilize por prestar as informações de todos os membros da família para o entrevistador. Essa pessoa é chamada de Responsável pela Unidade Familiar (RF) — deve ter pelo menos 16 anos e, preferencialmente, ser mulher.

O Responsável Familiar é quem poderá garantir que as informações comunicadas durante a entrevista são verdadeiras, além de se comprometer a atualizar o cadastro sempre que houver mudanças na família. O RF deve procurar o setor responsável pelo Cadastro Único ou pelo Bolsa Família na cidade em que mora.

Para as outras pessoas da família, é obrigatória a apresentação de qualquer um destes documentos de identificação: certidão de nascimento, certidão de casamento, CPF, carteira de identidade (RG), carteira de trabalho ou Título de Eleitor.

Documentos que não são obrigatórios, mas facilitam o cadastramento:Comprovante de endereço, de preferência a conta de luz; Comprovante de matrícula escolar das crianças e jovens até 17 anos. Se não tiver o comprovante, o RF deve informar o nome da escola de cada criança ou jovem; Carteira de trabalho.

TAGS:


DEIXE UM COMENTÁRIO

Subscrever

Subscreve o Blog



Publicidade

Comentários Recentes

  • Carlos André: Bom dia, sou Carlos Técnico em Meio ambiente, estamos usando o cimento Cauê CPII E 32 em nossa obra...
  • Marcos Antônio dos Santos: Quero ganhar uma antena
  • maria luiza moreira dias: quero participar desse quadro porque meu carro precisa de uma reformação
  • Regina lucia: Estou gostando dessa oportunidade que este cartao esta oferecendo pra nos
  • shirley Balazs: Parabéns!! Informações de utilidade publica e de primeira, foi muito útil a mim.Obrigada!!

Links

Leitores Recentes

VALE O CLIQUE!

Site Seguro Ocioso

Divulgue o blog Infomaroto em seu site e tenha seu link ou banner aqui.
Blog Infomaroto